Ervas aromáticas, temperos e especiarias

Temperos - ErvasAs ervas e os temperos são perfeitos para dar às receitas ainda mais aroma e sabor, mas não é tarefa fácil escolher quais os temperos usar em cada prato.
Dentre os temperos e as ervas aromáticas destacamos os mais conhecidos e usados na nossa culinária.
Alho: Sabor ácido e acentuado para todos os pratos
Cebola: Sabor ácido e mais adocicado para todos os pratos
Alecrim: Folhas pontudas e estreitas de cor verde escura e aroma perfumado para carnes em geral
Tomilho: Erva perfumada de aroma intenso e penetrante
Alho porro: Sabor ácido e levemente picante para refogados e carnes
Coentro: Erva parecida com a salsa, mas com odor característico e um leve sabor cítrico para peixes e frutos do mar
Louro: Planta de folhas lustrosas e grandes. Pode ser encontrada fresca seca ou moída para carnes e feijão
Manjericão: Quando frescas, as folhas têm sabor suave. Secas, tornam-se picantes e com sabor forte para frango, porco
Alfavaca: Similar ao manjericão tanto no sabor quanto na aparência, para peixes e frango
Erva doce: Também conhecida como funcho. Podemos aproveitar as raízes, talos, folhas e grãos para sopas pães e doces
Sálvia: Erva aromática de sabor levemente azedo para carnes de sabor forte
Orégano: Com aroma marcante, pode ser adquirido fresco, em ramos ou seco para molhos e pizzas
Salsa: Não se sobrepõe ao sabor dos alimentos e consegue realçar o aroma dos pratos para finalizar pratos em geral
Cebolinha: Com sabor delicado, integra com a salsa ou o coentro o que chamamos de cheiro-verde para finalizar pratos
Colorau ou urucum: Pó de cor vermelha usado comumente para dar cor aos alimentos para carnes e frango
Páprica: Sabor frutado e perfumado, picante ou doce para carnes em geral
Açafrão: Pó de cor amarela intensa com um sabor entre ácido e amargo para frango e porco
Curry: pó amarelo de origem indiana obtido a partir de uma mistura de especiarias para camarão e frango
Gengibre: Raiz e em pó de sabor forte e picante para acentuar o sabor picante de pratos em geral
Canela: Em rama e em pó sabor amadeirado e intenso para carnes vermelhas e doces em geral
Cravo: Chama-se cravo em flor os dentinhos de cravo, sabor bem próprio um pouco picante e levemente adocicado para doces e caldas
Aniz Estrelado: Origem indiana sabor ácido e adocicado para doces e caldas
Noz Moscada: Sabor ácido e levemente adocicado para molhos e bolos
Pimentas: As pimentas se classificam conforme o grau de ardor, algumas são extremamente picantes.Temperos - TomilhoPara combinar os temperos e ervas entre si é necessário ter muito bom senso para não tornar o prato um desastre.
Não se pode combinar um tempero ácido com outro amargo, um muito adocicado com outro com as mesmas características. Um exemplo clássico é a combinação de manjericão com tomate, a suavidade do manjericão combina perfeitamente com a acidez do tomate, bem como os queijos com orégano, dai a clássica combinação com pizza.Temperos - CanelaPara neutralizar o ardido das pimentas deixando-as mais suaves combine sempre com elementos untosos (gordura) creme de leite, leite de coco, manteiga, azeites.
Quando se aventurar na cozinha comece combinando poucos temperos para poder encontrar o equilíbrio e o sabor que agrade a sua família e amigos.
Brinque as cores, texturas e aromas, faça uma alquimia com seus temperos nunca se esquecendo de ter muito bom senso acima de tudo, nesse caso menos e mais.Temperos - Pimentas

Comentários no Facebook